Lucas Eduardo Da Silva Teixeira

Oeiras, Oeiras e São Julião da Barra, Oeiras

Este profissional está ativamente procurando emprego.

engineering Freelancer

Sobre mim:

Olá, muito prazer,  me chamo Lucas Eduardo, tenho 28 anos, sou casado e tenho duas filhas lindas de quatro patas! 

Sou desde muito cedo apegado aos animais de todas as espécies, tanto domésticas quanto selvagens.

 Acredito que os animais são seres puros, pois a grande maioria age por extinto, e cabe a nós compreendermos seus diferentes comportamentos e linguagens. 

Sou completamente responsável e me dedico o máximo para trazer felicidade e prazer aos animais, pois eles merecem todo o amor e atenção, o qual sou grato e estou disposto a lhe oferecer. 

Educação:

Possuo algumas formações certificadas:

 DogWalker

  • Técnicas adequadas à condução de cães em passeio
  • Psicologia canina
  • Linguagem canina
  • Comportamentos das principais raças
  • Etapas de um passeio profissional 
  • Proteção e segurança do animal
  • Principais cuidados com os animais

Noções básicas de primeiros socorros em animais

  • Avaliação do quadro de emergência 
  • Métodos de contenção e transporte 
  • Caixa de primeiros socorros
  • Como fazer curativos
  • Estado de choque
  • Parada cardíaca 
  • Parada respiratória
  • Hemorragias
  • Picadas de cobra
  • Choque elétrico 
  • Queimaduras
  • Vômitos e diarreia 
  • Desmaios e convulsões 
  • Asfixia
  • Problemas durante o parto
  • Afogamento
  • Fratura
  • Bernes e bicheiras
  • Atropelamentos e quedas
  • Intoxicação

Cuidador de cães

  • Cuidados com os cães
  • Higiene
  • Alimentação
  • Banho
  • Identificação 
  • Brincadeiras
  • Exercícios
  • Brinquedos

Adestramento em cães

  • Os princípios básicos da aprendizagem 
  • Ensinar o cão a ser asseado dentro de casa
  • Habituar o cão à trela e andar na rua
  • Ensinar o cão a obedecer as ordens de um líder
  • Ensinar o cão a seguir o dono e parar quando receber a ordem
  • Ensinar o cão a manter-se imóvel na mesma posição 
  • Ensinar o cão a ir buscar um objeto e trazê-lo à mão
  • Ensinar a sentar, deitar e fingir de morto

 

Experiência:

Estar com os animais me traz a sensação de estar realmente vivo, entender seus comportamentos e realizar essa troca de afeto, respeito, carinho e amor puro, faz com que nós tenhamos a sensação de realmente fazer parte de sua matilha, tal como eles se sentem parte da nossa família.

0 recomendações externas